Vila Velha terá queima de fogos de 15 minutos no Réveillon

A virada de ano em Vila Velha vai contar com 13 pontos de fogos de artifícios. Serão dez balsas, sendo cinco fundeadas entre a Praia da Costa e Praia de Itapuã (da rua Lúcio Bacelar a Santa Catarina) e outras cinco na Praia de Itaparica (do Bob’s a Praça dos Ciclistas). Todas as balsas vão ficar a uma distância da faixa de areia de 400 metros.

O prefeito Arnaldinho Borgo explicou que o show pirotécnico acontecerá com todas as medidas de segurança para que não aconteça aglomerações, por isso, a decisão de cancelar as atrações culturais. Disse ainda que os fogos terão mínimo de ruído possível para não estressar pessoas com autismo e animais domésticos.

“Será um espetáculo feito com muito cuidado, levando em conta a matriz de risco de COVID, do Governo do Estado. Para chegarmos a esse momento reforçamos as reuniões do nosso gabinete integrado de ações contra a COVID, acrescentamos também informações sobre os casos de gripe, ampliamos nossos serviços de testagem e vacinação para as duas situações.

Estamos fazendo essa programação para que as pessoas prestigiem, celebre um ano de realizações e entregas, desejem conosco um 2022 mais completo e com muita saúde, e depois voltem para casa. Os fogos serão com o menor ruído possível para proteger quem tem hipersensibilidade”, comentou o prefeito.

De acordo com o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Paulo Renato Fonseca Junior, “a queima de fogos vai durar aproximadamente 15 minutos, com milhares disparos pirotécnicos distribuídos entre bombas de alto, médio e de baixo calibre. Com esta marca, Vila Velha vai ter o maior espetáculo pirotécnico do Estado e um dos maiores do Brasil, atingindo a cobertura de 5 km de detonações pirotécnicas”.

O público vai conferir artefatos pirotécnicos de desenhos com os tradicionais formatos de coração, estrelas, círculos e carinha feliz, e efeitos múltiplos que formam desenhos conjugados de vários anéis, de círculos com cascata, estrelas cadentes e fogos que simulam discos no céu.

Pontos fixos na Região 5

Outros três pontos de queimas de fogos serão em Ponta da Fruta (Praia da Baleia), Praia dos Recifes e Barra do Jucu. Porém, nesses locais, os artefatos pirotécnicos estarão em terra e os estouros vão durar oito minutos.

Infraestrutura

A queima vai se iniciar à meia-noite em ponto comandada por um ponto estratégico central em terra, onde se utiliza uma tecnologia moderna via GPS que monitora e aciona cada uma das 10 balsas à distância.

Para este grande evento pirotécnico serão utilizadas dez balsas, três rebocadores de grande potência, lanchas rápidas, tubos de fibra para acoplamento, equipamento eletrônico para gerenciamento dos disparos, muques e empilhadeiras para montagem e desmontagem e uma equipe de 12 pirotécnicos e profissionais da área naval.

Regras de ocupação da orla

No Diário Oficial do Município desta quarta (29) foi publicada portaria que dispõe as regras de ocupação da orla durante este réveillon.

Em relação aos quiosques, excepcionalmente na virada do ano, será permitido som ambiente com caixa de som direcionada para o mar até 2h do dia 1º. As atividades do local devem se encerrar até 3h. Poderão ser instaladas tendas com a metragem de 250m² no entorno do estabelecimento, não podendo haver fechamento dos acessos à praia e nem danos à restinga

Os quiosques podem colocar no máximo 60 jogos de mesas e cadeiras. Imediatamente após o término das atividades, os equipamentos devem ser recolhidos da via pública. Esses estabelecimentos também devem atender o que preconiza as regras de segurança sanitárias para prevenção da transmissão da Covid-19 estabelecidas pelos decretos estaduais.

Com exceção dos quiosques com autorização da PMVV, fica proibida a instalação de tendas, barracas, toldos, mesas, cadeiras e banheiros químicos ou hidráulicos, recipientes térmicos, caixas de som, iluminação, realização de shows, eventos e queimas de fogos em toda a extensão do calçadão e nos 32km da faixa litorânea de Vila Velha.

Os ambulantes com autorização para trabalhar na orla podem utilizar até dez banquetas, sendo vedado o uso de mesas e cadeiras.

A Guarda Municipal, Posturas e demais equipes competentes farão a fiscalização do cumprimento do que estabelece a portaria e demais legislações vigentes.