Vacinas contra Covid-19 pediátricas da Pfizer já tem data para chegar aos estados e DF

Com a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), começam a chegar neste mês as primeiras doses pediátricas da vacina da Pfizer.

A previsão é que o primeiro lote, com 1,2 milhão de doses, desembarque no Brasil na próxima quinta-feira (13), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A distribuição das doses por estado e Distrito Federal, coordenada pelo Ministério da Saúde, seguirá o critério populacional.

É importante ressaltar que as vacinas passam por um rigoroso processo de qualidade para garantir a integridade dos imunizantes, feito em tempo recorde.

Após todas as etapas, os lotes são enviados às unidades federativas de forma proporcional e equivalente, considerando a quantidade de crianças de cada ente federado. Até o momento, o único imunizante aprovado pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação nesse público é o da farmacêutica Pfizer.

Na segunda-feira (10), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou a antecipação das 600 mil doses, aumentando para 4,3 milhões o número de doses pediátricas a serem entregues ao Governo do Brasil no mês de janeiro.

Em fevereiro, a expectativa é que a Pfizer entregue mais 7,2 milhões de doses e em março mais 8,4 milhões de imunizantes. Vale lembrar também que o esquema vacinal para crianças é composto por duas doses com intervalo de oito semanas.

Confira o percentual da população de 5 a 11 anos por estado: 

Região Centro-Oeste (8,17%) 

Distrito Federal – 1,30%

Goiás – 3,55%

Mato Grosso do Sul – 1,47%

Mato Grosso – 1,85%

Região Sudeste (39,18%) 

Espírito Santo – 1,93%

Minas Gerais – 9,02%

Rio de Janeiro – 7,49%

São Paulo – 20,73%

Região Sul (13,17%) 

Paraná – 5,25%

Rio Grande do Sul – 4,73%

Santa Catarina – 3,19%

Região Nordeste (28,43%) 

Alagoas – 1,77%

Bahia – 7,07%

Ceará – 4,42%

Maranhão – 4,02%

Paraíba – 1,89%

Pernambuco – 4,80%

Piauí – 1,62%

Rio Grande do Norte – 1,67%

Sergipe – 1,17%

Região Norte (11,05%) 

Acre – 0,57%

Amazonas – 2,77%

Amapá – 0,55%

Pará – 4,99%

Rondônia – 0,93%

Roraima – 0,38%

Tocantins – 0,86%

 

Fonte: Ministério da Saúde