Servidores de Vila Velha terão abono salarial de R$ 2 mil

O Prefeito Arnaldinho Borgo anunciou, nesta segunda-feira (20), o abono para os servidores municipais. Ao todo 6.808 servidores serão contemplados, desses 2.335 são administrativos, 1.958 são servidores da saúde e 2.515 são aposentados e pensionistas.

Todos os servidores receberão R$ 1.250 de abono, exceto os servidores da saúde que receberão R$ 2 mil.  Segundo o prefeito Arnaldinho Borgo, os profissionais da saúde receberão o valor diferenciado devido o trabalho realizado no enfrentamento ao COVID-19 e pela dedicação por tornar Vila Velha uma das cidades que mais vacinou no Espírito Santo. São 759 mil doses aplicadas.

“Esses profissionais vêm cumprindo cargas sobrenaturais de trabalho para salvar vidas seja na vacinação, onde somos referência, ou no tratamento da doença. Trabalho intenso que na última semana nos deixou oito dias sem mortes por COVID, na cidade, expondo a própria vida ao perigo”, ressalta.

Os servidores receberão o abono no mês de janeiro, porque neste ano por conta da Lei Complementar 173/2020, do Governo Federal. Segundo o secretário da Administração, Rodrigo Magnago, o abono só foi possível devido ao ajuste fiscal realizado ao longo do ano.

Professores

Os professores da rede municipal não entram nesta lista, pois já foram contemplados com o abono salarial de R$ 5.200 neste mês de dezembro. Foram mais de 20 milhões repassados pela Prefeitura de Vila Velha aos professores da rede municipal.

O abono para os magistério foi possível devido ao ajuste do Fundeb. Com a nova legislação, o gasto com a remuneração dos professores passou de 60% para 70%. Vila Velha vinha atuando com a média de 64%, o que permitiu conceder abono para os 3.885 professores.

Auxílio alimentação

A partir de janeiro os servidores terão reajuste de 100% do auxílio alimentação, o valor passará de R$150 para R$300. O anúncio do reajuste aconteceu em outubro deste ano, no evento em comemoração ao Dia do Servidor público.