Aos 42 anos, morre o ator Paulo Gustavo, em decorrência da Covid-19

O ator Paulo Gustavo morreu nesta terça-feira (4), aos 42 anos. Ele estava internado no Rio de Janeiro/RJ desde o dia 13 de março após ser infectado com a Covid-19.

“Às 21h12 desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da Covid-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento”, diz o comunicado da assessoria do ator.

“A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”, completa o texto.

Na unidade hospitalar, ele ficou em estado grave e foi tratado com ECMO, uma espécie de pulmão artificial.

Nesta última segunda-feira (3), ele teve fístulas que causaram o vazamento de ar do pulmão e desencadearam uma embolia gasosa — quando vasos sanguíneos são obstruídos por bolhas de ar.

O último boletim, divulgado mais cedo, indicava que a situação clínica era “irreversível”, porém com sinais vitais.

Após a piora, diversos amigos mandaram mensagens de apoio para o humorista, como Tatá Werneck, que desde o início da internação compartilhava nas redes socais o quadro de saúde do amigo.

Paulo Gustavo deixa o companheiro, o médico Thales Bretas, e dois filhos.