Situação e desafios do Rio Itapemirim são tema de frente parlamentar nesta quarta-feira (02)

01-10-2019   Redação Imprimir

A Frente Parlamentar de Fiscalização de Obras de Coleta e Tratamento de Esgoto do ES volta a se reunir nesta quarta-feira (02), às 17 horas. Em sua décima edição, o evento debaterá a situação do Rio Itapemirim, seus principais desafios e demandas.  O colegiado é presidido pelo deputado Gandini.

 

Para falar sobre o assunto foram convidados a coordenadora da Expedição Científica do Rio Itapemirim, a ambientalista Dalva Ringuier, e os pesquisadores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifes) de Alegre, Karla Maria Pedra de Abreu e Bruno de Lima Preto.

 

Eles apresentarão os resultados da expedição que percorreu mais de 700 km ao longo dos principais afluentes da principal bacia do Sul do Estado. Durante o trajeto, os pesquisadores registraram e reavaliaram as mudanças no ecossistema ao longo de 17 municípios, após 15 anos da primeira expedição realizada no local. Dentre os principais problemas encontrados está a poluição causada pelo esgoto.

 

Para debater o tema na reunião, foram convidados representantes da Cesan, de prefeituras municipais, do Governo do Estado, Ministério Público Estadual, OAB/ES, Ibama, dentre outras entidades.

 

Na última reunião da frente, foram discutidos os impactos dos resíduos sólidos na vida marinha, com apresentações do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram) e do Projeto Pegada.

 

Anteriormente voltada apenas para debater a questão do esgoto na região metropolitana da Grande Vitória, a abrangência da Frente Parlamentar foi ampliada e agora trata também de assuntos relacionados ao Estado.