Cinema exibe produção que tem como temática a diversidade sexual

06-06-2017   Redação Imprimir

O cinema de gênero e sexualidade produzido no país já alcança reconhecimento internacional. Diversos filmes estão sendo exibidos em festivais e seus diretores sendo premiados.

Então, uma dica para quem quiser conferir o painel atual da produção que tem como temática a diversidade sexual é a 4ª Mostra Audiovisual de Sexualidades e Afetos, de 24 a 27 de junho, no espaço cultural Burlesqueria, Centro de Vitória.

O evento é promovido pelo ES Cineclube Diversidade. Serão apresentados curtas, médias e longas metragens, além de oficinas e exposições. A entrada é franca.


A Mostra foi contemplada pelo Edital 026 - Desenvolvimento e Manutenção de Cineclubismo, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e conta com o apoio do Grupo Cores - Consciência, Orgulho e Respeito no Espírito Santo, do site LGB-ES (www.lgbt-es.com.br).

A programação faz parte da Semana Rebelião, que contará ainda com a realização da 1ª Mostra Feminista de Quinta, entre 29 de junho e 1º de julho, também no espaço Burlesqueria, com entrada gratuita.



Atividades


O festival terá este ano a oficina Montação, de Perfomatividade Drag Queen, ministrada pela artista Royce Luckessy, no dia 25, domingo, no espaço do O Parque, no centro de Vitória. As inscrições para a oficina podem ser feitas de 5 a 9 de junho pelo e-mail do cineclube: escineclubediversidade@gmail.com. Serão 10 contemplados. O resultado da divulgação será no dia 10 de junho.

As aulas serão divididas em dois turnos. Pela manhã, das 10h às 12h30, será realizada uma breve apresentação com orientações sobre dublagem e coreografia. No período da tarde, das 14h30 às 17h30, serão ensinadas técnicas de maquiagem, figurino, postura e coreografia drag. O objetivo da oficina é proporcionar a vivência da montação drag.

A proposta é que cada aluno saia da oficina com ideias para a criação de um personagem criado para si. Logo após a oficina, a partir das 20h30, será realizado o “Rolê Drag”, um passeio pela Rua Sete de Setembro até a Burlesqueria, no Centro, onde os participantes poderão apresentar um número especial na festa de abertura da Mostra.

Outra novidade será a Galeria Rebelião, coordenada pelos artistas Deb Schulz e Herbert Fieni. A galeria vai expor pinturas, zines, bordados, livros e outras produções com temáticas referentes às duas mostras de cinema que integram a Semana Rebelião.

Os interessados em expor na galeria também podem se inscrever, enviando duas fotos de seus trabalhos para o mesmo e-mail: escineclubediversidade@gmail.com.